Escritores da Liberdade

     escritores da liberdade

      Olá Pessoal! Primeiramente, queremos iniciar este post explicando o porque deixamos de escrever durante algum tempo para o blog.  Infelizmente as relações nem sempre tem só pontos positivos, passamos por algumas brigas intensas que deram uma “mexida” no nosso relacionamento. Mas, a fase ruim já passou e, como somos muito amigas e nos amamos muito, é claro que superamos essas dificuldades e voltamos com tudo a escrever pra vocês!!! Se preparem que até o fim do ano teremos chuva de posts!!!

           Para retornar em grande estilo, nós vamos fazer um post sobre o filme “Escritores da Liberdade”,  um filme do ano de 2007, baseado em uma história real,  que trata de um assunto que somos apaixonadas, a esperança. 

SOBRE O FILME

          wallpaper-del-film-freedom-writers-63017Uma jovem  professora, estrelada pela atriz Hilary Swank (menina de ouro), começa a trabalhar em uma escola de um bairro pobre, que está cercada pela agressividade e violência. Os alunos se mostram com muita raiva e ressentimento, sem nenhuma vontade de aprender. Assim, para motivar os alunos, ela recorre a métodos não tradicionais de ensino, para que eles possam também falar de suas complicadas vidas. Aos poucos, ela consegue um ambiente harmônico e proporciona paz aos adolescentes.

HISTÓRIA NO DIVÃ (TEXTO CONTERÁ SPOILERS)

          Este filme é uma linda história de compaixão, amor e esperança. O incrível, é saber que a história é verídica.

       A recém formada, Professora Gruwell, começa a trabalhar numa escola em um bairro pobre, ela é colocada na turma dos alunos do projeto social, que ficam em turmas separadas dos alunos que não são parte do projeto. Gruwell é uma sonhadora, acredita que realmente pode fazer a diferença como professora e, deseja trazer aos seus alunos não apenas o conteúdo, mas também o interesse e o desejo de aprender. 

        Quando ela da seu primeiro dia de aula, percebe que dentro da sala existem várias “gangues”, separadas por preconceitos raciais, a escola inteira é tomada por um clima de agressividade, ódio e rancor, os adolescentes passam o dia se desafiando de maneira silenciosa. Praticamente todos os seus alunos cresceram em ambientes violentos e impróprios para crianças. Nesse primeiro momento ela se sente desestruturada, mas não se deixa abater e resolve que irá de qualquer maneira chegar a essas crianças. 

          Gruwell procura recursos para que pelo menos em sua sala, seus alunos possam agir de maneira respeitosa uns com os outros e, também com ela. Em uma situação, a professora compartilha com a sala a história sobre o Holocausto e, os faz entender o que atitudes de julgamento e ódio pode causar. A partir do momento em que ela trouxe algo de longe para perto do contexto em que vivem, eles começaram a se interessar sobre o que ela tinha para ensinar. Umas das principais mensagens do filme, é justamente a percepção de que mesmo com todas as dificuldades que existem, pode-se acreditar em uma melhoria, que se pode ser alguém na vida, mesmo não tendo muitos recursos. Os alunos muitas vezes acreditam que não eram dignos de algo, por conta do meio violento e difícil em que vivem. 

        Inspirada pelo interesse dos seus alunos, ela resolve dar para cada um diário, para que possam escrever suas aflições, alegrias, medos e conquistas e deixa aberta a opção de deixarem os diários para que ela possa ler. Neste ponto do filme, o interesse dos alunos já foi conquistado e a confiança quase alcançada. Por conta própria, sem utilizar recursos da escola, Gruwll os leva ao museu do holocausto, para jantar em um local bacana, luta para que eles tenham momentos de paz e esperança em uma vida cheia de medo.

             No decorrer do filme, continua achando maneiras e inspira – los e de mostrar a eles que são importantes e merecem todo o esforço que ela faz. Através da compaixão e amor, os adolescentes passaram a sonhar e acreditar, como em poder conquistar um diploma. Se realmente quiserem, nada pode impedi -los de sonhar e de alcançar seus objetivos. 

            Essa história é muito bonita, principalmente pelo fato de ser real, ela mostra como o amor e a esperança podem fazer a diferença na vida de alguém. Com o amor e a dedicação, uma professora recém formada, conseguiu mostrar aos seus alunos que eles eram merecedores e que podiam acreditar em si mesmos. Os alunos repensaram sobre sua vida e o esforço da professora: O que eles fazem por eles mesmos? Merecem mais do que acreditam? Só o fato de serem vistos como seres humanos e receberam atenção e apoio a todas as dores e dificuldades, passaram a acreditar no futuro e neles mesmos. 

verdadeiros escritores

 

4 Comments »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s