13 REASONS WHY

capa

Olá pessoal

O post de hoje será um pouco diferente, falaremos sobre o novo sucesso da Netflix, “13 Reasons Why”. Colocaremos os pontos positivos e negativos relacionado à série e quais acreditamos que foram os impactos da mesma, entre os jovens. Baseada no livro de Jay Asher, lançado em 2007, a adaptação para televisão teve seu lançamento no dia 31 de março deste ano, tendo como produtora executiva a cantora Selena Gomez.

SOBRE A SÉRIE

A história gira em torno de Clay Jensen, um estudante tímido do ensino médio, que encontra uma caixa na porta de sua casa. Ao abri-la, ele descobre que contém sete fitas cassetes gravadas pela falecida Hannah Baker, sua amiga que cometeu suicídio recentemente. Nas fitas, Hannah apresenta treze acontecimentos que “motivaram” sua morte, envolvendo alguns de seus colegas de colégio.

O seriado focaliza na visão de Hannah e Clay, intercalando entre o passado e o presente.

HISTÓRIA NO DIVÃ

(A PARTIR DE AGORA CONTÉM SPOILER)

Pontos positivos:

  • Abordagem ao suicídio

O enfoque da trama é sobre o suicídio da adolescente Hannah, ponto muito positivo para o seriado, pois o suicídio na adolescência é ainda um assunto muito delicado, do qual muita gente evita discutir. Porém é extremamente necessário debatermos este assunto e é isso que a série propõe.

O corpo e a mente dos adolescentes não tem o mesmo funcionamento de um adulto. Comportamentos considerados patológicos em demais idades, não podem ser considerados nos adolescentes. A adolescência é uma fase complexa, pois os jovens têm a constante necessidade de se encaixar em um “grupo”, ser aceito por seus colegas/amigos e são levados pelo ambiente em que se inserem. É importante que os pais percebam e entendam que os filhos estão em fase de descoberta da sua própria identidade. Mas, é necessário diferenciar o que é normal para a idade e o que pode ser um problema. A dramatização dos adolescentes frente a situações adversas tende a ser exagerada, mas até que ponto não devemos nos preocupar? Ao passarem por uma situação difícil, os jovens acreditam que não tem mais solução, o problema tem maiores proporções quando se trata de um adolescente.

13 Reasons Why chamou a atenção dos espectadores, pois sabemos que nas escolas o Bullying acontece e com frequência. Além da atenção dos pais, os dirigentes dos colégios devem abrir os olhos para situações que são consideradas brincadeiras, mas que podemResultado de imagem para 13 reasons why machucar e muito, um jovem. O seriado apresenta a negligência da escola e falta de interesse do Diretor e da Vice-diretora na saúde mental dos adolescentes, preocupados apenas com a reputação do colégio. Pais, é preciso que entendam e valorizem o sofrimento de seus filhos, fiquem atentos aos sinais de depressão. A depressão é um dos maiores índices na adolescência e que pode sim, levar ao suicídio, é uma doença grave que deve ser tratada com seriedade.

A própria Netflix divulgou um site que está vinculado no Brasil, ao Centro de Valorização da Vida (CVV), para as pessoas que se identifiquem de alguma maneira a Hannah Baker, procurarem ajuda. De fato, com o lançamento da série, houve um aumento de 170% nos acessos ao CVV*. http://www.13reasonswhy.info/#bra

Os adolescentes possuem características marcantes e como mostra o seriado, Hannah sofre calada a difamação, bullying e estupro. Por medo de reprovação e julgamentos, os jovens se calam, por isso é importante que os adolescentes tenham com quem conversar e se sintam seguros e amados para se abrir, só precisam ser ouvidos, por mais banais que os problemas pareçam, para eles são problemas reais que causam dor e sofrimento. A partir do momento em que o problema é desqualificado, perdem a coragem e a vontade de dividir suas angústias.

  • A importância da conversa

Como falamos brevemente acima, os pais devem estar atentos aos comportamentos de seus filhos e conversarem sempre, não em tom de reprovação ou acusação e sim com acolhimento. Este tópico pode ser visto em três personagens:

Hannah Baker

Fica claro com a personagem de Hannah, a importância do envolvimento dos pais na vida de um adolescente. Com certeza, não é uma tarefa fácil, é árduo, pois muitos jovens tentam afastar os pais emocionalmente. Mas é aí que os genitores devem estar mais presentes e não desistir, trabalhem a confiança com seus filhos.

Os pais de Hannah a tratam com muito amor e carinho, mas não tinham a menor ideia do que se passava com Hannah e ela, preferiu esconder o que vivia por medo de aborrecer os pais. Não considerou dividir seu sofrimento. Este comportamento mostra a triste realidade de muitos adolescentes e não é por falta de amor e sim, por dificuldade de se aproximarem. Muitas pessoas não costumam falar de seu próprio sofrimento, como ensinar seus filhos a falar sobre os deles?

Clay Jensen

Clay esconde dos pais que era amigo de Hannah, não fala de seus sentimentos mas passa a se comportar de maneira diferente. Em uma tentativa de saber o que aflige o filho, a mãe de Clay insiste inúmeras vezes para que os dois conversem, mas insinua situações e comportamentos que deixam Clay mais inseguro para falar. Ela estabelece regras que antes não existiam, controla suas presenças no colégio, apesar de ser um bom aluno. A confiança não é algo que se pode exigir, deve ser conquistada e incentivada pelos pais, quanto mais dialogar com seus filhos, mais ele vão se sentir a vontade pra se abrir.

Jessica

A negação da personagem Jessica referente ao acontecimento de estupro passado por ela e omitido por seu namorado, Justin, faz com que a situação seja esquecida, o agressor saia impune e Hannah passa a ser chamada de mentirosa. Jessica a princípio não lembra do fato, mas com ajuda de Clay, a verdade é revelada. Ao final da teResultado de imagem para 13 reasons whymporada, Jessica finalmente cria coragem, deixa seu vício alcoólico e conta ao seu pai o que havia lhe acontecido, deixa o medo de lado e procura ajuda, pois sabe que será protegida e ajudada por ele. Por mais doloroso que seja, Jessica resolveu procurar ajuda, pois esconder a verdade estava a corroendo e lhe prejudicando. Quando dividimos algo com alguém, o problema se torna cada vez menos assustador. Vale observar também, que o pai de Jessica teve muita sensibilidade ao falar com ela, encorajando – a se abrir e dividir sua dor. 

Pontos Negativos:

  • Responsabilizar outras pessoas por suas escolhas

Hannah faz 7 fitas, relatando os 13 porquês de ela cometer suicídio. Em cada fita, está uma pessoa que segundo ela “causou” sua morte. Este é um ponto negativo na série, pois por pior que sejam seus problemas, a maneira como você encara é responsabilidade sua, não queremos desvalorizar os problemas de Hannah, pois ela passou por situações extremamente delicadas, mas ninguém pode ser responsável por suas próprias decisões. A maneira como cada um encara uma dificuldade é diferente e infelizmente Hannah não aguentou o sofrimento, o que foi se agravando por não conseguir dividir com ninguém o que estava acontecendo, principalmente com Clay, por quem supria um forte sentimento (um pelo outro, mas nenhum admitia). Muitos protagonistas das fitas, inclusive o próprio Clay, se culparam pela morte de Hannah. “Cada um matou um pouco Hannah Baker”. De fato, as atitudes das pessoas fizeram com que a personagem se sentisse frágil e retraída, mas há uma saída, procurem ajuda, não sofram calados. Acho que todos devem entender que é mais fácil colocar suas frustrações, tristezas e medos nos outros, mas não é o correto, as pessoas devem assumir responsabilidades por seus atos e não culpar o outro por uma decisão que foi tomada por você.

Poderíamos ainda falar muito sobre este fascinante seriado, pois há diversos assuntos que podem ser aprofundados, porém nosso objetivo é apresentar brevemente a importância da comunicação e compreensão. Para quem ainda não viu (assistam realmente é muito bom) e pra quem já viu e, aguardam ansiosamente por uma segunda temporada, esperamos que tenham gostado do nosso ponto de vista.

*http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/blog-do-bessa/associacao-paranaense-de-psiquiatria-se-manifesta-sobre-serie-13-reasons/?utm_source=facebook&utm_medium=midia-social&utm_campaign=gazeta-do-povo

Fonte da imagem: http://criticalhits.com.br/13-reasons-why-review/

https://www.burnbook.com.br/13-reasons-fez-pedidos-de-ajuda-associacao-de-prevencao-suicidio-aumentarem-em-100/

http://www.tvguide.com/news/13-reasons-why-ending-spoilers/

5 Comments »

  1. Parabéns Jessica Valenga e Georgia Vianna. Tenho a certeza de que com este post , muita gente estará refletindo sobre suas palavras e ações. Tanto os pais como os filhos, e também educadores. Venho por meio deste pedir às instituições de ensino para que tenham mais responsabilidades e comprometimento para com nossos filhos. Sei que educação vem de casa, mas ultimamente as crianças e jovens ficam mais tempo na escola do que em casa. Então se nos unirmos seremos mais fortes. Adorei , sempre muito sucesso pra vocês

    Curtido por 1 pessoa

  2. Meninas que excelente iniciativa! Que bom contar com a opinião de psicólogas e leitoras vorazes.Este post merece uma atenção especial, um alerta para toda sociedade! Que Deus abençoe imensamente esse precioso trabalho.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Excelente post!
    Muito esclarecedor, concordo com vocês em relação aos pontos positivos e negativos da série. É muito importante que os pais fiquem atentos, que tenham um diálogo saudável e confortante com os seus filhos. Só assim poderão evitar muitos problemas.
    Beijos e até mais! Gostei do blog, vou seguir haha 🙂 ❤

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s